Prótese

Próteses são aparelhos construídos para substituir órgãos ou recompor partes do corpo ausentes. As próteses odontológicas visam recompor a anatomia perdida pela extração dentária ou falha anatômica como a fissura palatina; aquelas com finalidade de reposição dental poderão ser FIXAS ou REMOVÍVEIS.

FIXAS : São próteses cimentadas com materiais especiais e não podem ser removidas pelo paciente. São mais eficientes e estáveis que as removíveis.

Coroa ou Bloco : É indicado para reconstruir um dente bastante destruído. Podem ser principalmente nos seguintes materiais: cerâmica, metalo-cerâmica, Art´Glass, metal, etc.

Ponte Fixa : É formada pela união de várias coroas, repondo dentes que estão faltando.

Prótese Fixa Adesiva : É uma forma simplificada de ponte fixa, pois não necessita de coroas nos dentes suportes, mas de apoios construídos especialmente para promover uma retenção física e química.

REMOVÍVEIS : São próteses que podem ser removidas da boca quando desejado, pois não são fixadas por cimentos odontológicos, são firmados na boca através de grampos, contatos com os dentes e gengiva ou palato (céu da boca).

Prótese Parcial Removível:  A PPR é uma prótese constituída por uma armação metálica onde são montados os dentes e possui grampos para fixá-la neles. Chama-se parcial, pois visa repor alguns dentes da boca.

Prótese Parcial Removível Rotacional : É uma melhora técnica na confecção da PPR que evita o aparecimento dos grampos no sorriso.

Prótese Parcial Removível em Acrílico : É uma prótese que se diferencia da PPR por não conter a armação metálica e, portanto, sem grampos.

Prótese Total : A prótese total ou dentadura repõe todos os dentes da boca. Atualmente, pode-se alcançar resultados estéticos bons com as próteses totais, pois existem dentes resistentes e de aspecto bastante natural na cor e formato, além de métodos para a confecção da gengiva em cores e nuances muito próximas daquela que a pessoa tem.

A elaboração de um tratamento protético passa por um adequado diagnóstico das necessidades do paciente e um criterioso procedimento do cirurgião-dentista no preparo dos dentes, moldagem e ajustes seqüenciais do trabalho, demandando assim em tempo e várias sessões para um resultado satisfatório.

Não existem próteses perfeitas, existem sim, trabalhos cuidadosos que pretendem substituir estruturas perdidas e proporcionar uma boa estética.